QUINTA FEIRA, 14 de maio

A Fundación Artemisan

Conheço o Veterinário e Investigador Carlos Sanchez García-Abad desde o tempo em que ele trabalhava na Fundação Britânica “The Game & Wildlife Conservation Trust” em Fordingbridge. Também por lá passei, numa Formação em 1993.

Em 2015, assisti a um Curso em Ciudad Real, as “Jornadas Hispano Británicas sobre Gestión de Caza Menor” onde o Dr. Carlos Sanchez tinha também responsabilidades organizativas e dinamizadoras.

artemisan2

No âmbito da Escola de Caça, Pesca e Natureza, temos também firmado um projeto de parceria e colaboração com a Fundación Artemisan, onde o Dr.Carlos é agora o Investigador principal, tendo em vista a realização de várias formações dirigidas aos usuários do Campo em geral e, aos Agricultores, Gestores e Caçadores em particular.

A Fundación Artemisan que completa agora 3 anos de existência, não depende de subsídios nem de financiamento do Estado Espanhol; é uma Organização financiada unicamente por fundos privados e filantropia e a sua atuação assenta em 3 Campos ou Pilares: a Investigação, a Comunicação e a Defesa Jurídica da Caça.

Um dos maiores desafios a que esta Organização se propôs foi a necessidade de realizar investigação, recolhendo dados rigorosos e fiáveis, comunicando-os de forma prática às Organizações e à Sociedade em geral e, por outro lado, conseguir que essa investigação dê origem a práticas que podem ser aplicadas por qualquer pessoa de forma simples.

Assim, têm inúmeros projetos a decorrer em que participam Cidadãos, Caçadores, Agricultores e Organizações de Caça: Projeto “Rufa”, “Mixolepus”, “Pirte”, “Aequilibrium”, “O Estudo Económico da Caça”, "O Observatório Cinegético”, etc…

artemisan1

Convido-os a pesquisarem a quantidade e diversidade de projetos nos quais estão envolvidos e em que apresentam resultados.

No que respeita à Comunicação, apresentam um enorme cuidado, empregando as técnicas mais atuais e eficazes, mostrando a imagem e a reputação da Caça com argumentos de elevada importância com o foco de elucidar e convencer uma sociedade urbana, cada vez mais afastada do Campo e do Meio Rural, sobre os valores éticos, económicos, sociais, ecológicos e naturais que a Caça aporta.

A Caça é cada vez mais atacada por notícias falsas, pela ignorância, pela má vontade política e, ultimamente, por organizações animalistas - cada vez mais bem organizadas e apoiadas-, cujo único objetivo é denegrir sem escrúpulos o papel da Caça e mesmo acabar com ela.

A Fundación Artemisan dispõe de um Departamento Jurídico focado em rebater e combater - através de todos os meios legais - todos os ataques que são cada dia, perpetrados contra a Caça: As tentativas de proibição da Caça nos Parques Naturais e Nacionais, o Furtivismo, a prevaricação e a parcialidade das organizações, os impedimentos e/ou paralisação da Caça - como aconteceu em Castilha/Leon, as notícias falsas e incriminatórias sobre os maus tratos animais por exemplo -, os ataques e tentativas de boicote e invasões de Zonas de Caça e suas Organizações, etc. 

Tive o prazer e o privilégio de ser uma das cerca de 500 pessoas que assistiram em direto à “Gala 2020 da Fundación Artemisan” no dia 7 de maio passado. Digo privilégio, porque sempre que vejo alguma das suas publicações, ou leio alguns dos seus trabalhos, sinto uma enorme empatia e proximidade e entendo que é por ali que a Caça deve ir.

Como a própria Fundación diz, “Caça é Futuro” …

Enhorabuena Carlos!

(*) Siga a Fundação Artemisan através dos seguintes canais de comunicação:

Website | Facebook | Instagram | Twitter | Youtube